Sonic The Hedgehog: Um game sobre ciência?

Matéria foi escrita pela Kamilla A. de Souza – Doutoranda em Ciências morfológicas  do Instituto de Ciências Biomédicas/UFRJ
 

Sonic The Hedgehog é uma série de jogos desenvolvidos no início dos anos 90, criado pela Sonic Team e de propriedade da Sega. O game de origem japonesa é protagonizado pelo mascote Sonic, um ouriço azul que corre e gira em loopings, coletando anéis e derrotando inimigos para completar suas missões. O objetivo é salvar o mundo dos planos do cientista malvado Dr. Eggman Robotinik. 

Sonic é um dos personagens de videogame mais populares do mundo. No ano de 1992, era mais reconhecido por crianças do que o Mickey Mouse, figura icônica da Disney. 

A série de jogos inspirou vários memes da internet que foram reconhecidos pela Sega e referenciados em jogos. O reconhecimento nos dias atuais veio através do curta metragem “Sonic – O filme”, que estreou no dia 13 de fevereiro nos cinemas do país

Sonic (Ben Schwartz) no Sonic – O filme da Paramount Pictures e Sega. Créditos: Cortesia da Paramount Pictures e Sega of America.

Ok… mas e o que isso tem a ver com ciência? 

Você sabia que Sonic Hedgehog, também conhecido pela sigla Shh, é o nome de uma das três proteínas que compõem uma família de sinalizadores celulares chamada Hedgehog

Pesquisas científicas relacionadas à descoberta do gene Hh – que codifica esta proteína – tiveram início em meados de 1950 com experimentos em embriões de galinhas, mostrando que estes genes poderiam estar relacionados com o desenvolvimento dos membros. O próximo avanço veio na década de 70, através de um estudo genético o qual identificou mutações que alteram o padrão de segmentação corporal da mosca-da-fruta (Drosophila melanogaster), bastante conhecida como modelo animal para estudos científicos. 

Filhote de porco-espinho Desert Hedgehog (Paraechinus aethopicus). Fonte: WikiMedia

Mutações no gene Hh dão ao embrião uma aparência espinhosa – com projeções pontiagudas -, o que nos remete a imagem de um ouriço (do inglês, Hedgehog), tá aí o porquê do nosso amigo azul ter recebido esse nome. Em seguida, foram identificados os outros dois genes pertencentes à família, Indian Hedgehog (Ihh) e Desert hedgehog (Dhh), que mais tarde também foram nomes dados a duas espécies de ouriços (também conhecidos como porcos-espinhos). Dentre os três, o Shh possui expressão mais generalizada do que os outros dois, que são mais tecido-específicos. 

A proteína Shh é expressada amplamente ao longo do sistema nervoso central e está associada com a capacidade proliferativa de células precursoras neurais durante o desenvolvimento embrionário e a sinalização desta via está envolvida em processos como: regulação da divisão celular, manutenção da geração de neurônios e diferenciação de componentes celulares neuronais e gliais, tendo também propriedades ligadas a orientação axonal e sobrevivência das células.

Durante a fase adulta, sua atividade permanece ativa, controlando a divisão de células-tronco adultas no hipocampo – uma das regiões cerebrais que realizam esse processo de formação de novos neurônios. Já a ausência de Shh em animais leva a múltiplas anomalias como ciclopia que é o desenvolvimento de apenas um olho, – Lembra dos ciclopes? Aqueles gigantes com apenas um olho no meio da testa? Seria algo assim -, perda do crescimento de membros e desenvolvimento anormal de órgãos e membros. 

Ainda, a sinalização defeituosa dessa via implica em condições patológicas como o câncer, nos mais diversos órgãos. Existem várias moléculas inibidoras para a via Shh, uma delas sendo a Robotnikinin (isso mesmo que você pensou, o cientista vilão do jogo!), uma pequena molécula que se liga ao Shh e bloqueia sua sinalização nas células. 

Sabendo o papel do Shh no desenvolvimento do câncer e em outras doenças, estudos com inibição desta via mostram que este pode ser o primeiro alvo para terapias no tratamento de meduloblastomas, um dos tipos de câncer que ocorre no cérebro. Além disso, também parecem ser caminho para maior eficácia no tratamento de carcinomas por exemplo, tipo de câncer de pele comum em seres humanos. 

Estrutura 3D do domínio de sinalização da proteína hedgehog em murinos. Fonte: Wikimedia

Nesse cenário, entender a atividade e regulação da via Shh é essencial. A ciência vem trabalhando no desenvolvimento de tratamentos específicos contra o câncer, como meios de inibição ou sinalização direcionada. O uso combinado de inibição com outras terapias como a quimioterapia/radioterapia/imunoterapia também tem sido apontado como possível alvo-chave no tratamento de células-tronco cancerígenas. Com isso, se torna evidente que existe espaço significativo para futuras pesquisas e então novas tentativas clínicas contra não só o câncer, mas outras doenças como autismo, epilepsia, tumores, doenças de Parkinson e Huntington, entre outros. 

Em um paralelo, assim como no game, o personagem Sonic tenta salvar o mundo do mal que pode ser feito por seu antagonista, Robotinik. Aqui no mundo real, são os cientistas que atuam como heróis, estudando novos meios para que o corpo humano saiba se defender contra doenças que possam vir a se manifestar ao longo da vida. 

Referências 

1. Bambakidis, N. C., & Onwuzulike, K. (2012). Sonic Hedgehog signaling and potential therapeutic indications. In Vitamins & Hormones (Vol. 88, pp. 379-394). Academic Press. 

2. Carballo, G. B., Honorato, J. R., & de Lopes, G. P. F. (2018). A highlight on Sonic 

hedgehog pathway. Cell Communication and Signaling, 16(1), 11. 

3. Jeng, K. S., Chang, C. F., & Lin, S. S. (2020). Sonic Hedgehog Signaling in Organogenesis, Tumors, and Tumor Microenvironments. International Journal of Molecular Sciences, 21(3), 758. 

4. Leavitt, E., Lask, G., & Martin, S. (2019). Sonic Hedgehog Pathway Inhibition in the Treatment of Advanced Basal Cell Carcinoma. Current treatment options in oncology, 20(11), 84. 



Apoiadores do A Ciência Explica

  1. Leandro Lobo
  2. Celia Campos Tobaldini-Mansbach
  3. Masashi C. Inoue

Obrigado por nos apoiarem através do financiamento coletivo!

Apoie você também e ganhe recompensas, como canecas, bottons, adesivos e livros exclusivos.

Não pode ajudar financeiramente? Siga nossas redes sociais e compartilhe nossas matérias com seus amigos!

1 thought on “Sonic The Hedgehog: Um game sobre ciência?

Deixe seu comentário