Floresta, pra que te quero?

Capa

Com revisão de André Amorim

Ano passado, várias notícias surgiram sobre o aumento na taxa de desmatamento e queimadas da Amazônia. Este ano, antes da pandemia, muito se falou sobre os incêndios nas florestas da Austrália, mas por que tanta preocupação?

Uma das coisas que nós aprendemos sobre plantas, ainda na escola, é que elas fazem fotossíntese. Durante esse processo, elas captam o dióxido de carbono (CO2) da atmosfera e liberam oxigênio (O2). Mas as plantas também respiram e, por conta disso, boa parte do oxigênio que elas produzem, elas consomem. Desse modo, as florestas não têm como principal contribuição fornecer oxigênio para a atmosfera.

Então, o que elas nos fornecem de tão importante?

as pessoas não entendendo um meme só por que não tem um "eis que ...

Reservatório de carbono

Durante o processo de fotossíntese, as plantas retiram CO2 da atmosfera e utilizam esse carbono como uma fonte de crescimento. Essa retirada é importante quando a gente pensa em mudanças climáticas, afinal, o CO2 é um dos principais gases componentes do efeito estufa. Ele funciona como um tipo de “cortina”, mantendo a Terra aquecida. O problema é que a concentração atmosférica de CO2 vem aumentando rápida e intensamente ao longo dos anos, de modo que a temperatura média anual também vem aumentando.

Como as florestas captam CO2 da atmosfera, elas atuam como um tipo de reservatório de carbono. Ao desmatar ou queimar as florestas, todo o carbono armazenado nas plantas e nos solos retornam à atmosfera, na forma de CO2 e de metano (outro gás do efeito estufa). E haja CO2: algumas estimativas indicam que a floresta amazônica, sozinha, estoca cerca de 100 Gt (giga toneladas) de carbono. Queimar ou desmatar as florestas libera esse carbono estocado, o que pode ter um impacto enorme no clima, principalmente no que se refere ao aquecimento global.

Regulação hídrica

Storm 642614 1920

Outro papel super importante que as florestas desempenham é em questão de regulação hídrica. As plantas, assim como nós, também transpiram (para as plantas, nós chamamos de evapotranspiração).

Queimadas Amazonia
Queimadas na Amazônia – Foto: Governo do Amazonas

Considerando a Amazônia inteira, por exemplo, as estimativas são de que as plantas liberam cerca de 20 bilhões de toneladas de vapor de água por dia. É muita água! Parte dessa água cai de novo na Amazônia, na forma de chuva, de modo que a floresta recicla a água que recebe. No entanto, parte da umidade é transportada em direção ao sul por correntes atmosféricas. E isso ficou um pouquinho mais perceptível no ano passado, quando análises químicas mostraram que a chuva que atingiu São Paulo tinha partículas de reteno. Essas partículas são provenientes de queimadas e, como a Amazônia estava em chamas, possivelmente essas partículas eram de lá.

Sem floresta, não tem esse incremento de bilhões de toneladas de vapor de água na atmosfera. Vários cientistas projetaram como seriam as chuvas no sul e sudeste do Brasil sem a floresta amazônica e, não surpreendentemente, eles encontraram uma forte redução nas chuvas sem a floresta.

Preservação da biodiversidade

Nature 3285959 1920

Por fim, devemos manter as florestas de pé para preservar a biodiversidade. Nas florestas é onde boa parte dos organismos vivem, muito dos quais nós ainda conhecemos bem pouco (ou nem conhecemos). Por exemplo, as últimas estimativas são de que só na Amazônia nós tenhamos mais de 14 mil espécies de plantas. Quantas dessas poderão conter compostos interessantes para a medicina? Quantas dessas podem fazer parte da nossa dieta? Quantas dessas podem ser uma fonte de biocombustível? E essas perguntas são só para as plantas! Imagina a quantidade de vida que tem nessas florestas para serem conhecidas! E cada uma delas desempenhando serviços ecossistêmicos importantes, como incrementação de nitrogênio no solo através de associações mutualistas com outros organismos ou armazenamento de carbono.


Aqui eu listei apenas três motivos pelos quais as florestas são importantes e devem permanecer de pé. Esses são motivos importantes, do ponto de vista climático e pensando num possível uso das florestas como fornecedor de produtos ou serviços para consumo humano. No entanto, as florestas são mais do que isso: elas nos fornecem lazer (aquela trilha no fim de semana), calma, tranquilidade e muito mais. Vamos manter as florestas de pé!

http://www.cienciaexplica.com.br/cienciaexplica/entenda-a-pratica-do-shinrin-yoku-e-seus-beneficios-para-a-saude/

Referências

  1. Cardoso, D., Sarkinen, T., Alexander, S. et al. (2017). Amazon plant diversity revealed by a taxonomically verified species list. PNAS, DOI: 10.1073/pnas.1706756114
  2. Fearnside, P.M. (2008). Amazon forest maintenance as a source of environmental services. Anais da Academia Brasileira de Ciências, 80, 101-114.
  3. Grace, J., Lloyd, J., McIntyre, J., Miranda, A.C. et al. (1995). Carbon dioxide uptake by an undisturbed tropical rain forest in Southwest Amazonia, 1992 to 1993. Science, 270, 778-780.
  4. Lawrence, D. & Vandecar, K. (2015). Effects of tropical deforestation on climate and agriculture. Nature Climate Change, 5, 27-36.
  5. Malhi, Y., Roberts, J.T., Betts, R.A. et al. (2008). Climate change, deforestation, and the fate of the Amazon. Science, 319, 169-172.
  6. Pivetta, M. (2019). A floresta da chuva. Revista FAPESP.

Apoiadores do A Ciência Explica

  1. Leandro Lobo
  2. Celia Campos Tobaldini-Mansbach
  3. Masashi C. Inoue

Obrigado por nos apoiarem através do financiamento coletivo!

Apoie você também e ganhe recompensas, como canecas, bottons, adesivos e livros exclusivos.

Não pode ajudar financeiramente? Siga nossas redes sociais e compartilhe nossas matérias com seus amigos!

Deixe seu comentário