Qual é o cheiro da chuva?

Você sabe de onde vem o cheiro da chuva?

Algumas pessoas chamam de “cheiro de terra molhada”, porém os cientistas Isabel Bear e R. Thomas chamam de “petricor”, o odor associado à primeira chuva depois de um período de seca. Esse termo foi usado em 1964 em uma publicação da Nature[1]. Os mineralogistas explicam que o cheiro da chuva que sentimos é devido a uma mistura de óleos secretados das plantas em tempos de seca e quando as gotas da chuva atingem o solo as moléculas do óleo se misturam com elementos da superfície das rochas e são liberadas no ar.

Porém, alguns cientistas perceberam que determinados microrganismos encontrados no solo, geralmente actinobactérias, produziam um cheiro bem forte de terra úmida quando crescidos em cultura pura. E em 1965, Gerber e Lechevalier publicaram na Applied Microbiology[2] o isolamento de um composto originado de uma actinobactéria com cheiro de terra molhada, a geosmina. Atualmente, sabe-se que outros microrganismos, além das actinobactérias, também produzem o mesmo metabólito secundário*, como cianobactérias e alguns fungos filamentosos.

Por que o cheiro é mais forte no primeiro dia de chuva?

Primeiro nós temos que entender o que acontece durante a seca:

1) Os óleos que as plantas secretam se acumulam no solo, pois esses óleos inibem o crescimento de novas plantas e controlam a competição por água;

2) As actinobactérias entram em estado de latência, formando esporos, por conta da falta de água e produzem a geosmina – que alguns estudos apontam como sendo um tipo de antibiótico que reduz a população de parasitas de bactérias e fungos[3], novamente controlando competição.

No momento em que as gotas da chuva caem na terra, os dois compostos são liberados do solo e aprisionados por minúsculas bolhas de ar que, com a ação do vento, espalham esses dois elementos aromáticos do solo para nossos narizes[4]. E é por isso que o cheiro é mais forte no começo da chuva após um período de seca. Depois de um tempo de chuva, os compostos vão sendo reduzidos e sentimos o cheiro de chuva com menor intensidade.

Demonstração em vídeo do bioaerosol gerado pelas gotas de chuva no solo. 2017. Nature

Por que sentimos o cheiro de chuva?

O cheiro de chuva transmite uma mensagem bem óbvia para algumas espécies, aqui tem chuva!

O microbiologista Keith Charter foi responsável por liderar a equipe que identificou como ocorre a biossíntese da geosmina em actinobactérias[5]. E ele supõe que a fragrância da geosmina possa guiar os camelos, que estão andando pelo deserto, para encontrar solos úmidos. Em contrapartida, os camelos podem transportar os esporos de actinobactérias, que são liberados pelas fezes, para locais que proporcionam um melhor desenvolvimento ao microrganismo[6].

Claro que para nós, humanos, esse radar de chuva não é usado dessa forma. Pelo menos não nos dias de hoje. Em algum momento da evolução da humanidade, provavelmente nossos ancestrais usaram esse radar para encontrar água em épocas de secas e em travessias por regiões desérticas, igual aos camelos.

E assim finalizamos o Ciência Explica dessa semana, com uma breve noção do que é feito o cheiro que sentimos logo antes da chuva tocar a terra: uma combinação de compostos orgânicos de origem vegetal e de microrganismos. E você já deve ter sentido o cheiro da chuva ou de terra molhada e lembrado de algum momento da sua vida, provavelmente de quando você era mais criança, não é?! Isso se deve ao fato de aromas, sentimentos e memórias serem registrados tão próximos no nosso cérebro[7], mas isso fica para uma próxima!

* Compostos orgânicos que não estão diretamente envolvidos nos processos de desenvolvimento de um organismo e são produzidos em segundo plano.


Referências

[1] Bear, I. J e Thomas, R. G. 1964. Nature of argillaceous odour. Nature.

[2] Gerber, N. N e Lechevalier, H. A. 1965. Geosmin, an Earthy-Smelling Substance Isolated from Actinomycetes. Applied microbiology.

[3] Sklenar, K. S. e Horne, A. J. 1999. Effect of the cyanobacterial metabolite geosmin on growth of a green alga. Water Science and Technology.

[4] Joung, Y. S., Ge, Z. e Buie, C. R. 2017. Bioaerosol generation by raindrops on soil. Nature.

[5] Gust, B., Challis, G. L., Fowler, K., Kieser, T. e Chater, K. F. 2002. PCR-targeted Streptomyces gene replacement identifies a protein domain needed for biosynthesis of the sesquiterpene soil odor geosmin. PNAS.

[6] Ouhdouch, Y., Barakate, M. e Finance, C. 2001. Actinomycetes of Moroccan habitats: Isolation and screening for antifungal activities. European Journal of Soil Biology

[7] Natalie Angier. Olfato é o sentido mais ligado às emoções e à memória.

Vivienne Baillie Gerritsen. The earth’s perfume. Protein Spotlight

Paul Simons. Camels act on a hump. The Guardian

Como é formado o cheiro da chuva? BBC Earth.

Daisy Yuhas. Storm Scents: It’s True, You Can Smell Oncoming Summer Rain. Scientific Americans

Howard Poynton. What is the smell of rain? Earth Sky

comentários

About Sidcley Lyra

Formado em Ciências Biológicas: Microbiologia e Imunologia pela UFRJ no ano de 2017. Tenho experiência na área de Microbiologia, com ênfase em Microbiologia Ambiental. Além dos estudos que resultou no TCC, participei de alguns projetos de popularização da ciência, como o Cineclube Biofilme e o Ciência em Jogo.

View all posts by Sidcley Lyra →

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *