SoapBox Science pela primeira vez no Brasil

Compartilhe Ciência
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

O evento tem o objetivo de levar a ciência para locais inusitados e desafiar os esterótipos de gênero na ciência, mostrando que “você pode ser mulher, ser de qualquer lugar do Brasil e ainda ser cientista, se assim quiser”, como disse a organizadora do SoapBox Science no Brasil

Para explicar o significado do termo SoapBox temos que viajar até uma praça em Londres, a Hyde Park, onde acontecem debates ao ar livre sobre diferentes temas desde 1870. Naquela época, os oradores usavam caixas de sabão feitos de madeira, a soapbox, para subir e se destacar no público para que todos escutassem aquilo que ele estava discursando com tanta paixão. E o SoapBox Science Brasil é exatamente sobre isso, dar voz a duas atrizes importantes para todos nós: a ciência e as mulheres cientistas – e não somente mulheres cisgênero, o SoapBox Science acredita num conceito bem inclusivo do que é ser mulher.

O SoapBox Science surgiu no Reino Unido, em 2011, com esse objetivo, exaltar as ciências que diversas cientistas mulheres – todas elas – produzem e fazer com que esse conhecimento chegue nas pessoas que estiverem passando na rua, especialmente naquelas que não cruzariam com esse tipo de pesquisa no seu dia a dia. Sem PowerPoint, sem homens de meia idade, somente o público e as cientistas nas ruas e nas praças falando sobre o que as fascinam e respondendo aquela sua pergunta intrigante que o Google não consegue responder.

Esse ano, o SoapBox Science ocorrerá em 13 países com 42 eventos no total e a Dra. Tatiana Pinto foi convidada a organizar o primeiro SoapBox Science do Brasil, aqui na cidade do Rio de Janeiro. O primeiro desafio foi encontrar um lugar com bastante movimento na cidade e que concordassem em recebê-los. E porquê não dois lugares?! A Praça Mauá, conhecida por seus museus e eventos culturais e um… mercado! Isso mesmo, o supermercado Carrefour da Barra da Tijuca. Lugares decididos, estava na hora de selecionar as cientistas que farão parte do grande dia. As inscrições foram abertas para que cientistas mulheres de todas as regiões do Brasil pudessem manifestar sua vontade em participar do SoapBox Science Brasil.

Confirme sua presença no evento do Facebook

Após 21 inscrições, treze cientistas foram selecionadas de acordo com dois critérios fundamentais: a temática de sua pesquisa e a região de origem. O cuidado na seleção é que o tema e o local de origem seja o mais diverso possível em um país que possui uma grande contraste cultural e social. “Nesse rol de 21 cientistas que se inscreveram, a grande maioria é Rio-São Paulo, mas isso é um reflexo também do número de inscritos em cada região. A gente teve uma do centro-oeste, que é a Gracielle e uma inscrita do nordeste, que é a Sendy, de Alagoas”, completou Tatiana.

Com diversos temas de ciências, o SoapBox Science Brasil vai acontecer no dia 20 de julho na Praça Mauá (11h Às 14h) e no dia 21 de julho no supermercado Carrefour da Barra da Tijuca (10h às 12h) com a presença de pesquisadoras da área de microbiologia, física, química, geografia e muitos outros temas. Vamos conhecer essas incríveis cientistas?

Maria Letícia Bonatelli – Micróbios: nossos pequenos heróis

Maria Leticia é doutora em Ciências pelo programa Genética e Melhoramento de Plantas da Escola Superior de Agricultura “Luiz de Queiroz” da USP e especialista em Jornalismo Científico pelo Laboratório de Estudos Avançados em Jornalismo na UNICAMP.

Desenvolve suas pequisas na área de Genética, com ênfase em Genética Molecular e de Microrganismos. No Soapbox Science Brasil, a Maria Letícia vai explicar pra gente como os microrganismos podem ser nossos heróis!

Janaína Mendes – Cuidado! Você não está em risco! As radiações ionizantes e nosso dia-a-dia

Janaína é bacharel em Física com habilitação em Física Médica pela UFRJ e fez parte da sua graduação em Physikalische Technik Medizinphysik pela Technische Fachhochschule – Berlin (atualmente Beuth Hochschule für Technik Berlin). É Mestrem Radiologia pela UFRJ e Doutora em Radioproteção e Dosimetria pelo Instituto de Radioproteção e Dosimetria (IRD). Atualmente é Tecnologista do Ministério da Saúde onde atua como Física da seção de Medicina Nuclear do Instituto Nacional de Câncer José Alencar Gomes da Silva (INCA).

No Soapbox Science Brasil, a Janaíana vai falar sobre as radiações ionizantes e como elas podem afetar nosso cotidiano! Você sabe o que é radiação ionizante?

Raiane Chamon – Superbactérias entre nós… o que precisamos saber e temer?

Raiane é graduada em Biomedicina pela UFF, Mestre e Doutora em Ciências (Microbiologia), pelo Programa de Pós-Graduação do Instituto de Microbiologia Prof. Paulo de Góes (IMPG) da UFRJ e Professora Adjunta da disciplina de Microbiologia Clínica do Departamento de Patologia da Faculdade de Medicina da UFF. Atua em projetos de pesquisa focados na caracterização genotípica e fenotípica e em estudos epidemiológicos e moleculares sobre infecções por amostras de Staphylococcus spp. isoladas de hospitais da cidade do Rio de Janeiro.

No Soapbox Science Brasil, a Raiane vai falar sobre as “superbactérias” e o perigo que elas representam à nossa saúde! Já ouviu falar em superbactéria?

Paula Almeida – O Geo da Questão: a geoinformação no dia a dia e nos estudos ambientais

Paula é Oceanógrafa formada pela UERJ, Mestre em Geografia pela UFRJ e Doutora em Ciências Ambientais pela UFRJ. Tem experiência na área de Oceanografia e Geografia, atuando principalmente na aplicação de técnicas de geoprocessamento no estudo de manguezais e ambientes costeiros.

No Soapbox Science Brasil, a Paula vai falar sobre a importância da geoinformação no nosso dia-a-dia e nos ambientes que nos cercam!

Amanda Gonçalves – Crônicas do gelo e fogo: bactérias em um vulcão ativo na Antártica

Amanda é graduada em Ciências Biológicas, Mestre em Biofísica pela Universidade Federal do Rio de Janeiro e Doutora em Microbiologia pela Universidade de São Paulo. Atualmente é Pós-Doutoranda no Instituto Oceanográfico da USP e atua nas áreas de Ecologia Microbiana Molecular, Microbiologia de Ambientes Extremos, Microbiologia Antártica e Astrobiologia.

No Soapbox Science Brasil, a Amanda vai falar sobre bactérias que vivem um vulcão em atividade na Antártica!

Sendy do Nascimento – Conhecendo partículas pequeninas de carbono

Sendy é doutoranda em Física na Universidade Federal de Alagoas, tendo realizado também a graduação e o mestrado em Física na mesma instituição.

No Soapbox Science Brasil, Sendy vai falar um pouco sobre pontos quânticos de carbono. O carbono está em tudo, mas afinal o que são esses tais pontos quânticos de carbono? Será que Física é algo muito distante da nossa realidade? Com certeza não!

Flávia Virginio – A importância das coleções zoológicas para a conservação das espécies

Flávia é graduada em Ciências Biológicas pela UNISUL e Doutora em Ciências pela USP. Possui experiência em Entomologia Médica, com ênfase em taxonomia integrativa e multiparamétrica (incluindo taxonomia morfológica e molecular), biodiversidade e ecologia. Também atua em bioecologia, controle e resistência de vetores e na criação e manutenção de banco de dados relacional. Atualmente é Pesquisadora Científica e Curadora da Coleção Entomológica no LECZ – Instituto Butantan onde coordena os cursos de extensão.

No Soapbox Science Brasil, a Flávia vai falar sobre a importância das coleções zoológicas para a conservação das espécies!

Juliana Cortines – Evolução da vida na Terra contada pelos vírus

Juliana é graduada em Ciências Biológicas (Modalidade Médica) pela UNIRIO e Mestre e Doutora em Química Biológica pela UFRJ. Atualmente é professora adjunta do Instituto de Microbiologia Paulo de Góes da UFRJ. Desenvolve suas pesquisas na área de bioquímica, com ênfase em química de macromoléculas, e atua principalmente em estudos envolvendo espectrometria de massas, proteínas virais, transcrição e tradução in vitro, e técnicas espectroscópicas.

No Soapbox Science Brasil, a Juliana vai falar sobre os vírus e seu papel na evolução da vida no planeta Terra!

Gracielle Higino – O que acontece quando dá match entre as espécies?

Gracielle é graduada em Ciências Biológicas pela Universidade Federal de Alagoas (UFAL), Mestre em Diversidade Biológica e Conservação Nos Trópicos pela UFAL e atualmente é doutoranda no Programa de Pós-graduação em Ecologia e Evolução da Universidade Federal de Goiás (UFG). Também é co-líder do projeto IGNITE (treinamento imersivo em divulgação científica) e do Julia CluBR (grupo de estudos sobre a linguagem de programação Julia).

No Soapbox Science Brasil, a Gracielle vai falar um pouco sobre a interação entre as diferentes espécies de microrganismos no ambiente e por que isso é importante pra gente!

Ana Cristina Villaça – Como a Ciência pode ajudar a aumentar o conforto térmico e reduzir o consumo de energia em sua casa?

Ana é graduada em Arquitetura e Urbanismo pela pela Universidade Santa Úrsula, Mestre em Urbanismo pela UFRJ/PROUB e atualmente é doutoranda no Sustainable Buildings Research Centre da Universidade de Wollongong. Além disso, a Ana também é especializada em gestão técnica do meio urbano (PUC-PR e Universidade Técnica de Compiègne, França), gestão ambiental (POLI/UFRJ) e arquitetura ambiental (Universidade Gama Filho). Atua em projetos visando a sustentabilidade e eficiência energética e tem se dedicado nos últimos anos a pesquisas aplicadas principalmente em inovações tecnológicas nas edificações e na produção do espaço construído, materiais e técnicas construtivas de baixo impacto ambiental, além de etiquetagem de edificações.

No Soapbox Science Brasil, a Ana vai falar pra gente sobre como a ciência pode te ajudar a reduzir o consumo de energia e aumentar o conforto térmico na sua casa de uma forma sustentável!

Natália Lanzarini – Divulgação viral, viralizando a divulgação científica

Natália é técnica em Biotecnologia pelo Instituto Federal de Educação Tecnológica do Rio de Janeiro, graduada em Biomedicina com habilitação em Análises Clínicas pela UFF, Mestre em Ciências – Biologia Parasitária (IOC – FIOCRUZ), especialista em Divulgação da Ciência, da Tecnologia e da Saúde (COC – FIOCRUZ) e doutoranda em Ciências pelo Programa de Saúde Pública e Meio Ambiente no Laboratório de Virologia Comparada e Ambiental (Laboratório de Referência Regional para Rotaviroses) pela FIOCRUZ. Tem experiência na área de Virologia e atua principalmente em virologia ambiental, rotavírus, adenovírus, poliomavírus JC, vírus da hepatite A e divulgação científica em virologia.

No Soapbox Science Brasil, a Natália vai falar pra gente sobre sua experiência como divulgadora científica de temas importantes relacionados às infecções virais, as famosas “viroses”, e seu impacto na nossa saúde e em nosso dia-a-dia através do seu blog: Dotô, é virose?

Adriana Cabanelas – Doença de Chagas e tecido adiposo: qual a relação entre ele?

Adriana é graduada em Ciências Biológicas – Modalidade Genética pela UFRJ e tem licenciatura em Ciências Biológicas pela Universidade Cândido Mendes, Mestre e Doutora em Ciências Biológicas (Fisiologia) pela UFRJ e atualmente é pós-doutoranda também na UFRJ. Desenvolve suas pesquisas nas áreas de fisiologia, com ênfase em fisiologia endócrina, e microbiologia, com ênfase em Tripanosomatídeos, um grupo de protozoários que inclui os microrganismos Leishmania e Trypanosoma que são capazes de parasitar o homem.

No Soapbox Science Brasil, a Adriana vai falar pra gente sobre a relação entre a Doença de Chagas, uma infecção causada pelo protozoário Trypanosoma cruzi, e o tecido adiposo do corpo humano que é o local onde as gorduras do nosso corpo de encontram!

Luisa Costa Silva – Mudanças climáticas e as extinções das espécies ao redor do mundo: Qual o nosso papel nisso tudo?

A Luisa é bacharel em Zoologia pela UFRJ, Mestre em Zoologia com ênfase em Evolução pelo Museu Paraense Emílio Goeldi/UFPA, Doutora em Ecologia e Evolução pela UERJ e atualmente é Pós-doutoranda no Grupo de Pesquisa em Macroecologia e Macroevolução da UFBA. Desenvolve suas pesquisas na área de mudanças climáticas, macroecologia e conservação e atualmente trabalha com macroecologia humana e aplicação de dados de ecofisiologia a modelos de distribuição para definição da vulnerabilidade de espécies ectotérmicas (com enfoque em Squamata) frente às mudanças climáticas. Também possui experiência nas áreas de ecologia, ecofisiologia, manejo e morfologia da herpetofauna e taxonomia e sistemática de répteis Squamata.

No Soapbox Science Brasil, a Luisa vai falar pra gente sobre como as mudanças climáticas que tem acontecido em nosso planeta estão influenciando a extinção de espécies em todo o mundo e o que nós podemos fazer para evitar que isso ocorra!

O SoapBox Science acontece pela primeira vez no Brasil, sediada na cidade do Rio de Janeiro. E como a intenção é desafiar os estereótipos de gênero na ciência, a equipe organizadora também é composta por incríveis mulheres e pesquisadoras: Dra. Tatiana Pinto, Dra. Rachel Ribeiro, Dra. Aline Souza, Dra. Laura Andrade e a futura Dra. Natalia Araujo.

Apoiadores do A Ciência Explica

  1. Leandro Lobo
  2. Gabriel Siqueira
  3. Carlos Eduardo da Silva
  4. Masashi C. Inoue
  5. Celia Campos Tobaldini-Mansbach

Obrigado por nos apoiarem através do financiamento coletivo!

Apoie você também e ganhe recompensas, como canecas, bottons, adesivos e livros exclusivos.

Não pode ajudar financeiramente? Siga nossas redes sociais e compartilhe nossas matérias com seus amigos!

Você também poderá gostar:

About Sidcley Lyra

Formado em Ciências Biológicas: Microbiologia e Imunologia pela UFRJ no ano de 2017. Tenho experiência na área de Microbiologia, com ênfase em Microbiologia Ambiental. Além dos estudos que resultou no TCC, participei de alguns projetos de popularização da ciência, como o Cineclube Biofilme e o Ciência em Jogo.

View all posts by Sidcley Lyra →

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *