Pílulas Azuis: uma HQ sobre amor e AIDS!

Pílulas Azuis é um romance gráfico (HQ) autobiográfico de Frederik Peeters. Nessa história, o autor vai nos contar como foi se apaixonar e ter um relacionamento com uma mulher soropositiva.

Apesar de existir passagens com pequenos informativos sobre a AIDS, este não é um livro biologicamente informativo, ou seja, você não vai encontrar grandes informações sobre o vírus ou sobre a doença, o que tudo bem já que essa realmente não é a proposta da HQ. Entretanto, esse livro nos mostra um outro lado da doença que não é tão discutido na academia e nos veículos de comunicação que é o estigma social por traz da doença AIDS e o impacto que ser portador de HIV pode trazer pra vida de uma pessoa.

No início da epidemia de AIDS lá pela década de 80, as primeiras ações de prevenção ao HIV/AIDS eram discriminatórias e resumiam-se a abstinência sexual e ao isolamento dos grupos de risco denominados “5 H” – Homossexuais, Hemofílicos, Haitianos, Heroinômanos (usuários de heroína injetável), Hookers (profissionais do sexo, em inglês). Essas ações de prevenção, além de serem discriminatórias, geraram o isolamento social, sanitário e criaram preconceitos e estigmas que, infelizmente, ainda podem ser observados na sociedade. Além disso, tais medidas não foram efetivas para conter a epidemia.

Pílulas Azuis vai nos mostrar as dúvidas que um casal pode ter sobre a doença e como a vida sexual pode ser afetada (se será afetada), mostrando o medo e a incerteza de ambos os lados do relacionamento. De um lado, a insegurança de entrar em um mundo novo e o medo da contaminação. E do outro lado, temos a culpa por ser portadora do vírus e o medo de contaminar alguém que você ama.

Enfim, o livro traz diversas nuances e diálogos que valem a pena ser lidos. Apesar da seriedade do tema, Pílulas Azuis é uma obra cheia de leveza e humor. Super rápida de ser lida e que com certeza vai te fazer pensar um pouco mais sobre a vida.

Você também poderá gostar:

comentários

Luiza Toledo

Formada em Ciência Biológicas: Microbiologia e Imunologia pela UFRJ (2016), atualmente faz mestrado na FIOCRUZ em Saúde Publica e Meio Ambiente, na área de gestão e saneamento ambiental.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

%d blogueiros gostam disto: