Tag: Museu do Amanhã

Ciência às Seis e Meia | Museu Nacional: elogio, lamento, augúrio

Na quarta-feira, 5 de dezembro, o antropólogo, ex-diretor e vice-diretor do Museu Nacional, Luiz Fernando Dias Duarte, fala sobre os caminhos futuros da instituição, aqui no Museu do Amanhã, no próximo Ciência às Seis e Meia. A edição de dezembro acontece às 18h30, no nosso Observatório do Amanhã. Para Duarte, que é também consultor do Museu do Amanhã, o recente incêndio da sede principal do Museu Nacional traz à memória as principais características acadêmicas, científicas e históricas de uma trajetória institucional bicentenária. “Também nos faz olhar para as perdas acarretadas pelo desastre e as iniciativas em curso para a reconstrução do Palácio de São Cristóvão e suas… Leia mais

Ciências às Seis e Meia | Eleições 2.0: A influência da internet

Quais os efeitos da Internet no processo eleitoral? As chamadas “fake news” tem um papel importante nesse processo? Esse novo ecossistema da comunicação pode influenciar na formação do voto? Para orientar nosso público sobre o fenômeno da desinformação online, em tempo de eleições, o Museu do Amanhã, o Instituto de Desenvolvimento e Gstão – IDG e a Sociedade Brasileira para o Progresso da Ciência – SBPC convidam você para o evento Ciências às Seis e Meia | Eleições 2.0: A influência da internet no nosso voto, que acontece dia 3 de outubro, quarta-feira, das 18h30 às 21h, no Observatório do… Leia mais

Ciências às Seis e Meia | Reconstruindo o passado: novas descobertas da paleontologia no Brasil

O passado, assim como o futuro, está sempre em construção. Ou, para os paleontólogos, em reconstrução. Na próxima edição do Ciências às Seis e Meia, dia 4 de setembro, às 18h30, Alexander Kellner apresentará os mais novos achados relacionados aos pterossauros, incluindo suas ocorrências no sul do Brasil e na China, onde recentemente foram descobertas acumulações com centenas de vestígios. Diretor do Museu Nacional, Kellner abordará as questões mais polêmicas sobre esses répteis alados, mostrando como é feita a pesquisa na paleontologia e ainda trazendo fósseis para o conhecimento do público. Pois mesmo conhecidos por mais de dois séculos, ainda persistem diversas dúvidas a respeito dos pterossauros, que variam desde a sua… Leia mais

Ciências às Seis e Meia | Antropoceno: um novo tempo para um novo mundo

O que é Antropoceno? Quais os impactos das ações do homem no planeta Terra?  Na próxima edição do Ciências às Seis e Meia, que acontece dia 1 de agosto, às 18h30, no Observatório do Amanhã, Museu do Amanhã, serão discutidas as diferentes abordagens para identificar o início do Antropoceno e as evidências de que, desde o ponto de vista da química, da biologia e das ciências ambientais, estamos em um novo tempo, diferente do Holoceno. Para falar sobre essa nossa época geológica em que estamos vivendo, convidamos a professora, pesquisadora e coordenadora do Laboratório de Química Atmosférica e Poluição na UFRJ,… Leia mais

Ciências às Seis e Meia – O futuro do transporte: veículos de levitação magnética

A qualidade de vida nas grandes cidades é afetada todos os dias por longos engarrafamentos. Além de prejudicar a mobilidade da população, a maior parte dos veículos também estão presos no sinal vermelho da sustentabilidade, aumentando a poluição do ar. Na próxima edição do Ciências às Seis e Meia, dia 4 de julho, às 18h30, o pesquisador Richard Stephan abordará os veículos de transporte urbano por Levitação Magnética (MagLev) e discutirá como eles podem solucionar problemas de transporte nas cidades. Na palestra, Stephan, que é professor titular do Departamento de Engenharia Elétrica da UFRJ, também apresentará diferentes métodos de Levitação Magnética empregados para transporte e os principais projetos em operação no mundo. Um destaque será… Leia mais

Ciência às Seis e Meia: O Intrigante Mundo da Luz

No mês de maio é comemorado o Dia Internacional da Luz, uma iniciativa global e coordenada pela UNESCO, com a finalidade de valorizar a importância da luz em diversos setores como a ciência, arte, cultura, comunicação, medicina e, claro, na energia. A data foi instituída em 2015, após as comemorações do Ano Internacional da Luz. A Sociedade Brasileira para o Progresso da Ciência assim como outras sociedades científicas parceiras são nodos do Dia Internacional da Luz no Brasil, promovendo diversos eventos e atividades de divulgação científica em instituições de ensino, centros de ciência e museus, incentivando a reflexão sobre a… Leia mais

[Ciência às Seis e Meia] Ciência Para Educação com o Dr. Roberto Lent

No mês de março, o Ciência às Seis e Meia irá trazer o pesquisador Dr. Roberto Lent para esclarecer como a ciência pode melhorar a educação e o ensino e, com isso, acelerar o crescimento dos nossos indicadores educacionais que se mostram tão modestos. “Um grande avanço na última mudança de século foi a consolidação do conceito de pesquisa translacional, aplicado com sucesso na Saúde e nas Engenharias em praticamente todos os países de médio/alto PIB. Intrigantemente, isso não ocorreu com a Educação. Ainda não se percebe que a Ciência já pode compreender como as pessoas aprendem, quais os mecanismos… Leia mais

SBPC convoca a terceira edição da Marcha Pela Ciência no Rio de Janeiro

A Sociedade Brasileira para o Progresso da Ciência (SBPC) junto a associações de docentes e sindicatos de servidores convocam todos os pesquisadores, pós-graduandos, professores, toda a comunidade acadêmica e não-acadêmica para a Terceira Edição da Marcha Pela Ciência no Rio de Janeiro, que será realizada no dia 11 de novembro, às 15:30h, na praça Mauá, bem em frente ao Museu do Amanhã. Mas o que é a Marcha Pela Ciência? A Marcha Pela Ciência é um movimento que luta por mais visibilidade e credibilidade para os cientistas, além da valorização da ciência pelas entidades políticas. A 1ª Marcha Pela Ciência ocorreu no… Leia mais

Exposição no Museu do Amanhã: Mundos Invisíveis – Mostra de Arte Científica Brasileira

Cientistas brasileiros de diferentes instituições terão micrografias e imagens fascinantes de seus trabalhos expostas no Museu do Amanhã durante a exposição “Mundos invisíveis – Mostras de Arte Científica Brasileira” até 7 de janeiro do 2018. A exposição, realizada pelo Museu do Amanhã e pelo grupo multidisciplinar da BioArt, disponibiliza 24 obras feitas através de diferentes técnicas microscópicas e de neuroimagens.  As telas são consideradas artes científicas que exibem um lado do mundo científico geralmente invisível aos olhos nus do visitantes: estruturas de cristais de óxido de zinco que, olhando despretensiosamente, lembram um belo lírio d’água cumpre perfeitamente o papel de… Leia mais